Visita o perfil de Sofia no Pinterest.

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Infusão de Sabores

...as minhas experiências culinárias!

Infusão de Sabores

...as minhas experiências culinárias!

Entrecosto Assado no Forno

Ando sempre a pesquisar outras maneiras de cozinhar o entrecosto, mas recaio sempre na mesma, Entrecosto Assado no forno, com umas batatinhas a murro.

Além de rápido de se fazer, pois o forno é que faz tudo é só deitar os ingredientes para dentro da assadeira, é muito bom!

 

 

Ingredientes:

 

Entrecosto

alho picado q.b.

vinho branco q.b.

sal e piri-piri q.b.

tomilho e massa de pimentão q.b.

um fio de azeite

 

Preparação:

Colocar o entrecosto numa assadeira e juntar todos os ingredientes. Vai ao forno a assar.

 

Costumo acompanhar com batatinhas a murro que asso no microondas, com a casca e cobertas de sal. Depois de assadas limpa-se o sal, dá-se o murro e colocam-se numa assadeira, depois são regadas com azeite e alho picado que previamente foram  refogados ao lume. Vai ao forno para alourar as batatas.

 

Desta vez também cozi uns bróculos e umas cenouras babys, que salteei em alho e azeite, para acompanhar.

 

Bom Apetite!!

 

 

 

Pudinzinhos de Morango com Chocolate Quente

Aqui à dias publiquei uma receita de Tarte de Morango, mas esqueci-me de mencionar que como a minha forma de tarte não é muito grande, sobrou-me bastante creme. Com pena de deitar fora lembrei-me de fazer uns pudinzinhos.

 

Foi fácil, deitei o creme sobrante nuns copinhos de pudim e foram para o frigorífico á espera de serem devorados!!

Na hora de servir achei que só o creme não tinha muita graça, então depois de desenformados reguei-os com chocolate quente!!

 

Huummm!! ficaram uma delícia!!

 

Pêras em Vinho Tinto

Uma sobremesa, muito fácil de se fazer e que sabe muito bem no final de uma refeição.

E fruta, por isso é mais saudável (esquecemos o açúcar e o vinho que leva).

 

 

Ingredientes:

 

250g de açúcar (usei um pouco menos)

2,5dl de vinho tinto

1dl de água

1 pau de canela

1 casca de limão

4 pêras (a receita dizia 8, mas só fiz 4)

 

Preparação:

 

Levar o açúcar ao lume, num tacho (onde as pêras fiquem de pé) com o vinho, a água, o pau de canela e a casca de limão. 


Deixar ferver sobre lume brando, cerca de 10 a 15 minutos.

 

Descascar as pêras, deixando ficar o pé e introduzilas no caldo.

 

Tapar e deixar ferver, em lume brando, até as pêras ficarem macias, não esquecendo de as ir regando.

 

As pêras podem ser servidas polvilhadas com açúcar em pó e uma bola de gelado de amêndoa.

 

Bom Apetite!!

Tarte de Morangos

Os morangos são uns dos meus frutos preferidos, além de muito saborosos também são muito bonitos e ficam bem em qualquer mesa.

 

Esta receita veio na revista "Mulher Moderna na Cozinha" de Abril, e teve direito a capa de revista.

Não consegui resistir e tive de experimentar, ainda bem que não resisti, é uma delícia!!

 

 

 

Ingredientes:

 

Base:

300g de balacha maria moída

150g de manteiga derretida

 

Recheio:

5 folhas de gelatina incolor

1 saqueta de gelatina de morango

2dl de água fria

2dl de água quente

1 iogurte de morango

1 lata de leite condensado

400g de morangos

2c.(sopa) de açúcar

2dl de natas

 

Decoração:

raspas de chocolate

morangos

 

 

Preparação:

 

Para a basa: juntar a bolacha moída e a manteiga e amassar até estar tudo ligado. Colocar o preparado numa tarteira, com 26cm, espalhando e calcando até forrar a forma.

 

Para o recheio: demolhar as folhas de gelatina em água fria. Preparar a gelatina, seguindo as instruções da embalagem, mas utilizando a água fria e quente indicada na receita. Juntar as folhas de gelatina escorridas e mexer. Adicionar o iogurte e o leite condensado, envolvendo.

 

Lavar e arranjar os morangos. Colocá-los num tacho com o açúcar e levar a lume brando, mexendo, até cozerem. Retirar, triturar e deixar arrefecer. Juntar à gelatina e mexer, assim como as natas batidas.

 

Verter o creme de morango na tarteira e levar ao frigorífico até solidificar. Depois de sólido, retirar do frio, desenformar e decorar com as raspas de chocolate e os morangos. Servir bem fresco.

 

 

Bom Apetite!!

 

 

 

Bacalhau à João do Buraco

Existem 1001 e mais algumas receitas de bacalhau, é muita receita para experimentar. Foi exatamente para não fazer sempre a mesma coisa que fiz uma rápida pesquisa pelos meus arquivos de receitas e encontrei esta.

 

Fiquei na dúvida porque 50% do pessoal de casa não são grandes fãs de puré, mas arrisquei e apesar de ter recebido alguns protestos por causa do puré o resultado foi ótimo e por isso merecedor de um post!

 

Ingredientes:

 

Para 4 pessoas

 

4 postas de bacalhau

500g de amêijoas

500g de camarão

2 ovos

2 cebolas

1dl de azeite

2c. (sopa) de salsa picada

 

Puré:

 

1kg de batatas

50g de manteiga

1dl de leite

sal q.b.

 

Béchamel:

 

30g de manteiga

30g de farinha

4dl de leite quente

sal e pimenta q.b. (usei piri-piri)

 

 Preparação:

 

Cozer o bacalhau, retirar a pele e as espinhas e lasca-lo. Reservar. Na água da cozedura abrir as amêijoas e separa-las da casca (não tive este trabalho pois usei miolo de amêijoa). Cozer o camarão na mesma água, depois de cozido retirar e descascá-lo.

 

Separar as gemas das claras. Cortar as cebolas em meias-luas e refoga-las no azeite, juntar a salsa e reservar.

 

Puré: Cozer as batatas em água temperada de sal. Triturar e juntar a manteiga e o leite e envolver bem e reservar.

 

Béchamel: Levar a manteiga ao lume, juntar a farinha e deixar cozer. Verter o leite mexendo sempre, deixar cozer e temperar de sal e pimenta. Adicionar as gemas e reservar.

 

Bater as claras em castelo e envolver no puré.

 

Á cebola reservada, juntar o bacalhau e o camarão, e refogar sem deixar queimar. Juntar a amêijoa.

 

Dispor o puré num pirex, colocar o preparado de bacalhau por cima e terminar com o molho béchamel.

Levar a gratinar por 15 minutos.

 

 

Bom Apetite!!

 

Molotoff

Quando se fazem muitos doces, principalmente nas alturas das festas, é normal sobrarem muitas claras.

Podemos fazer bolos, tortas e Molotoff, ou simplesmente guardá-las à espera de uma boa oportunidade para as utilizar.

Como não gosto muito de as guardas, até porque acabo sempre por me esquecer delas, e depois o destino delas é o lixo, tento dar-lhes logo alguma utilidade.

Normalmente a minha escola recai sempre para o Molotoff. É um doce, que por muito que se esteja satisfeito cabe sempre num cantinho, devido á sua textura que se desfaz na boca.

 

Devo confessar que não foi fácil acertar na sua confeção. Perguntava aqui e ali, a uma tia, uma amiga e as soluções eram sempre variadas, "tens que cozer em banho-maria durante 40 minutos", "Só pode estar no forno 10 minutos", "tens que deixa-lo arrefecer no forno"......enfim, tentei todas estas maneiras e mais algumas e o resultado era sempre o mesmo. Ele até crescia, mas quando chegava a hora de o desenformar ele baixava ou então deparava-me só com a capinha de cima, não sei como, mas tudo o resto evaporava!!!!

 

Até que descobri, que afinal o segredo está na combinação das diversas dicas que me iam dando.

O Molotoff tem de estar no forno consoante o numero de claras que tiver, ou seja, se tiver 10 claras tem de estar 10 minutos, se tiver 11 são 11  minutos e assim sucessivamente. Sempre em banho maria e deixa-lo arrefecer no forno com a porta um pouquinho aberta (a porta do forno claro, não é a da cozinha .-)! ).

 

E no fim ....Voilá!! Temos o Molotoff, grande e perfeito, digno de ser apresentado numa mesa.

 

 

 

 

Ingredientes:

 

12 claras de ovos

12 colheres de sopa de açúcar

caramelo líquido

1 colher sobremesa de aroma de baunilha

 

Preparação:

 

Colocar um tabuleiro com água no forno a 180ºC.

 

Bater muito bem as claras em castelo e juntar, gradualmente, o açúcar, sem para de bater.

Juntar o aroma de baunilha e o caramelo até ficar com um tom acastanhado, mas não muito escuro.

 

Untar uma forma com manteiga e deitar o preparado na forma ás colheradas. No final bater ligeiramente a forma sobre a bancada, para que fique o mais uniforme possível.

 

Vai ao forno, em banho-maria, durante 12 minutos. Findo este tempo desliga-se e abre-se um pouco a porta do forno e deixa-se arrefecer durante 10 minutos +/-.

 

 Bom Apetite!!

 

 

 

 

Tarte de Limão e Maçã

A Tarte que se transformou em Bolo!!

 

Pois!! Quem passa muito tempo nas experiências culinárias deve saber muito bem o que é estar a fazer uma coisa e o resultado ser outro.

 

Basta um pequeno erro ou a utilização da forma errada e pronto. Foi o que me aconteceu quando decidi fazer esta tarte (bolo), mas já devia ter aprendido porque já não é a 1ª vez que isto me acontece. Teimo sempre em fazer na forma mais pequena..... Mas não fez muito mal, porque ficou um bolo muito fofinho e saboroso, mas para a próxima vou tentar fazer mesmo a tarte :-)!!

 

 

 

Ingredientes:

 

320g de açúcar

5 ovos

240g de manteiga

1 limão (raspa e sumo)

250g de farinha

1c. (sobremesa) de maizena

1c. (chá) de fermento

4 maçãs

manteiga q.b.

 

 

Preparação:

 

Ligar o forno a 180ºC. Untar um tabuleiro com manteiga, forrar com papel vegetal, untar novamente e polvilhar  com açúcar.

Separar as gemas das claras. Bater a manteiga com o açúcar, até ficar em creme e juntar as gemas. Deitar a raspa do limão e continuar a mexar.

 

Peneirar a farinha com a maizena e o fermento e juntar ao creme de ovos. Por fim envolver as claras em castelo.

Descasque e descaroçe as maçãs, parta-as em gomos e regá-las com o sumo de limão.

 

Dispor os gomos de maçã no fundo do tabuleiro e verter o preparado por cima. Vai ao forno durante cerca de 40 minutos.

Desenformar ainda morno.

 

 

Bom Apetite!!

 

 

Sabores Gregos

Lombinhos de Porco à Grega

 

Uns lombinhos de porco no congelador, pesquisas pela blogosfera e livros de culinária... Resultado!? Sabores Gregos

Na indecisão do que fazer com os lombinhos de porco, fiz uma rápida pesquisa e descobri no blog a quente e frio uns lombinhos de porco à grega, com um aspecto ótimo. Não resisti e tive que experimentar, ficaram muito bons, mas numa próxima vez vou reduzir ao sumo de limão.

 

Ingredientes:

 2 lombinhos de porco

1 cebola cortada aos pedaços

sumo de um limão (aconselho a deitar só metade)

1,5dl de azeite

1 clh. sopa de orégãos secos

flor de sal e pimenta q.b. (em vez da pimenta usei piri-piri e umas gotinhas de tabasco)

 

Preparação:

 

 Colocar a cebola, o sumo de limão, o azeite, os orégãos, sal e pimenta no copo do liquidificador (ou da varinha mágica). Triturar até obter um creme homogéneo.

Regar os lombinhos com o preparado anterior. Deixar repousar uma 4 horas (eu deixei apenas 1 hora ).

 

 

Colocar os lombinhos numa assadeira, escorridos e reservar a marinada. Levar os lombinhos ao forno por 10 minutos a 210ºC.

 

Passado este tempo, eu retirei do forno, dei uns golpes nos lombinhos e reguei com a marinada. Voltei a colocar no forno por mais 30 minutos, virando-os e regando-os de 10 em 10 minutos.

 

 

 

Para acompanhar, fiz outra pesquisa desta vez pelos meus livros de culinária e encontrei uma receita de um Arroz Grego.

Mesmo a calhar!!!

 

Arros Grego

 

Para 4 pessoas

 

Ingredientes:

 

 

1 cebola

150g de alho francês

150g de manteiga

1 lata média de cogumelos laminados

1 lata média de salsichas

1 pimento vermelho (não deitei)

150g de ervilhas

4 folhas de alface

250g de arroz

7,5dl de caldo de galinha

sal e cebolinho picado q.b.

 

Preparação:

Refogue na manteiga a cebola e o alho francês picados. Adicione as ervilhas e os cogumelos e deixe refogar mais um pouco. Deite o arroz e mexa até ficar com aspecto de "frito". Regue com o caldo de galinha, adicione o sal e deixe cozer em lume brando, cerca de 10 minutos.

Entretanto corte as salsichas às rodelas e a alface lavada às tirinhas. (o pimento não usei, mas na receita diz para assá-lo, pelar e cortar em cubos).

Quando o arroz estiver cozido deitar as salsichas e tapar. Deixar repousar até á hora de servir.

Na altura de servir, verter o arroz para uma prato de servir e envolver a alface. Polvilhar com o cebolinho (também não deitei) e servir.

 

 

Mentiras!!

E porque hoje é dia das mentiras (1 de Abril), e porque o blogs.sapo lançaram o desafio, vou contar uma mentirinha que costumava usar nos meus tempos de escola.

Não era só dia 1 Abril, era mais quando calhava....

 

Se havia coisa que não gostava na minha adolescência e continuo a não gostar é de estar sozinha (em locais públicos). Em casa tudo bem, até é bom por vezes desfrutar de uns momentos com os nossos pensamentos, sem que ninguém nos interrompa. Mas sair á rua sozinha, acho deprimente e na idade da puberdade era ainda pior. Não só era deprimente como embaraçador, na minha ideia (e porque sempre fui uma pessoa um pouco (muito) tímida) ficar sozinha na escola dava a sensação de não ter amigos. Então ter de ir almoçar á cantina da escola "sozinha" era impensável. Ou porque iam a casa almoçar, ou almoçavam no bar, o que é certo é que por diversas vezes vi-me "abandonada" pelos meus colegas de turma na hora de almoço.

 

Como para mim ir almoçar sozinha á cantina era embaraçador, não ia. Comia qualquer coisa no bar da escola, com os outros colegas.

A dada altura, não sei como, os meus pais descobriram e ficou o caldo entornado.

Para além do sermão que tive que ouvir, porque não andava a fazer uma alimentação saudável, começou o controle.

Todos os dias, pediam-me para mostar a senha de almoço para o dia seguinte... um tormento, achava eu!

Dizia que me esqueci de tirar a senha, outras vezes chegava mesmo a tirar a senha, mas não ia almoçar. Até tentei alterar as datas das senhas que tirava e não chegava a utilizar.

 

Tirava as senhas e não comia na escola, mas fazia uma refeição ainda melhor, porque ia almoçar a casa de uma amiga (sem os meus pais saberem). Quando souberam, mais um sermão!! Mas foi desta que a questão ficou resolvida! Os meus pais falaram com os pais da minha amiga, e passei a ir almoçar a casa deles, com o consentimento mútuo.

 

 

Uma mentirinha de nada...!!!

 

 

 

1000 Visitas!?

O meu contador de visitas já regista mais de 1000 visualizações ao meu modesto cantinho!!

 

Não sei se corresponde á realidade, mas se sim fico satisfeita e espero que quem visita o meu cantinho fique satisfeito, também, com as minhas experiências.

 

Isto dá-me motivação para continuar cada vez mais...!!

 

Obrigada a todos os meus visitantes.

 

 

 

Pág. 1/2