Visita o perfil de Sofia no Pinterest.

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Infusão de Sabores

...as minhas experiências culinárias!

Infusão de Sabores

...as minhas experiências culinárias!

Lasanha de carne

Os dias continuam frios e chuvosos, o que nos faz desejar "confort food"!! Para mim comida confortante é aquela que sai do forno, e nos aquece logo á primeira garfada!!!

 

Adoro massa, ponto!!! Todo o tipo de massa... ainda não tinha experimentado fazer lasanha, por isso esta foi a minha estreia, e devo dizer (modestia á parte) que ficou uma delícia!!!

 

Este é o tipo de comida que se pode (e deve) fazer em muita quantidade, depois guarda-se naquelas embalagens de aluminio e congelador com elas, para mais tarde saborear!!!

 

Ingredientes:

 2 cebolas                                                                       1c.(sopa) de manteiga

2dl de polpa de tomate                                            0,5dl de vinho tinto

2 dentes de alho                                                          650g de carne de vaca picada

1 raminho de manjericão                                        1dl de caldo de carne

3dl de molho béchamel                                           300g de folhas de lasanha (usei daquela que nao precisa de pré-cozedura da milaneza)

200g de queijo mozarella ralado                         sal, pimenta e azeite q.b.

 

Preparação:

 

Refogar a cebola e os alhos picados na manteiga. Juntar a carne, deixar corar um pouco e acrescentar a polpa de tomate e algumas folhas de manjericão picado. Refrescar com o vinho e juntar o caldo de carne. Temperar com sal e pimenta e deixar cozer por cerca de 10 minutos.

Barrar um recipiente de ir ao forno com azeite e alternadamente colocar as folhas de lasanha e o preparado de carne, até terminar os ingredientes, sendo a ultima camada de lasanha.

Regar com o molho béchamel e polvilhar com o queijo. Vai ao forno por cerca de 20 minutos a 200ºC.

 

Bom Apetite!!!

Doce de Chila

Tenho que confessar que desde que fiz a minha 1ª compota, fiquei com um bichinho que me "pede" para fazer mais e mais compotas...

A verdade é que dá-me um gosto especial fazer tudo o que envolve a elaboração de um compota/doce, desde partir a fruta até ao enfeite dos frasquinhos!!! E é claro que fico ainda mais contente quando dizem que está uma maravilha!!!

 

Desta vez a estrela foi a chila!! Nunca tinha visto a chila em fruto inteiro, fiquei surpreendida quando vi que se parece com um melão!!!

Depois de pesquisar pela internet, descobri a forma de preparar este peculiar fruto. Não se pode utilizar facas ou qualquer outro objeto de metal (parece que o metal altera o sabor  da chila).

 

Assim tem-se que partir o fruto atirando-o para o chão.... uma trabalheira, depois tiram-se as sementes  e a tripa amarela e colocam-se os bocados de chila num alguidar com água, com a casca virada para cima, de um dia para o outro.

Coze-se numa panela com água e um pouco de sal e depois com uma colher raspa-se a chila.

Quando a casca separar, escorre-se e passa-se por água fria e com as mãos separa-se os fios o melhor possivel. Escorre-se e  depois  pesa-se a polpa da chila, dando-nos o valor de açúcar para confeccionar o doce. Neste caso pesava 1,500 kg, logo o açúcar adicionado será igual a esse valor (eu deitei menos um poouco).

 

Coloca-se uma panela ao lume com o açúcar, 250ml de àgua,  casquinha de limão e  paus de canela e eu deitei um pouco de gengibre em pó. Deixa-se ferver até o açúcar diluir e fazer ponto de pérola.

 

Biscoito Craquelado

Esta receita saíu do delicioso blog Chocorango, quando ví fiquei logo com vontade de experimentar.

É relamente uma delícia, e com toda a certeza que vai ser repetida diversas vezes.

 

Não deitei as nozes pecan, porque não tinha em casa e como estava cheia de vontade de fazer os biscoitos fiz mesmo sem elas, mas para a próxima vou deitar porque estes não são daqueles biscoitos duros, e um pouco de crocante deve ficar uma delícia!!!


Ingredientes:

125g de manteiga
170g de açúcar mascavo
170g de açúcar
1 colher (chá) de baunilha
2 ovos
60g de chocolate amargo derretido
80ml de leite
340g de farinha de trigo
100g de cacau em pó
2 colheres (chá) de fermento em pó
90g de nozes pecan picadas (opcional)
Açúcar em pó
Preparação:
Bater a manteiga e os açúcares até formar um creme fofo. Acrescentar a baunilha e os ovos, um ovo de cada vez. Juntar o chocolate derretido e o leite e bater mais um pouco. Acrescentar a farinha, o cacau e o fermento e bater por cerca de 30 segundos. Acrescentar as nozes (se for o caso) e terminar de homogeneizar a massa com uma espátula. Cubrir com um plástico e refrigerar por uma noite.
Se a massa estiver muito mole, acrescente um pouco mais de farinha.
Pré-aquecer o forno a 180˚C.
Fazer bolinhas (não muito grandes, as minhas primeiras ficaram um pouco grandes) e envolver no açúcar em pó, colocar num tabuleiro de forno, forrado com papel vegetal, deixando espaço entre os biscoitos. Vai ao forno por 15 minutos, não convém assar de mais, porque ficam duros e não é essa a ideia.
São ótimos com um cafezinho!!!
Bom Apetite!!!

Dia do Pai - Ementa

Pois foi!!! Ontem foi dia do Pai!!! É verdade que o dia do pai, da mãe da criança..... é todos os dias, mas sabe ter um dia que é dedicado exclusivamente áquela(s) pessoas, e é mais um motivo para reunir a familia!!!

Eu preparei um jantarinho, para os papás, e aventurei-me em algumas coisas (bolos decorados com pasta de açúcar), posso dizer que para 1ª experiência e sem qualquer, repito sem qualquer formação na matéria, não fiquei triste com o resultado.

 

A ementa foi a seguinte:

 

bruchetta de presunto e ovo de codorniz;

bruchetta de tomate e mozarella;

enroladinhos de salmão e mostarda;

tostinhas com queijo philadelphia e doce de abóbora com noz (caseiro)

 

Arroz de pato

 

creme crocante (não tirei foto, fica para a próxima);

fruta laminada (morangos e ananás);

 

Café com biscoito craquelado

 

Bolo dos Papás e champanhe

 

Esta foi a ementa, depois coloco as receitas!!!

Fricassé de Lulas com Mostarda

Fazer peixe cá em casa é sempre uma dor de cabeça!!! O melhor seria mesmo abolir da ementa semanal esta espécie, mas para se ter uma dieta equilibrada e variada não pode ser... até porque eu gosto de peixe, mas o maridão, dispensa bem.

 

Peixe que tenha muita espinha e que dê muito trabalho a comer, então nem pensar, é mais o que vai para o lixo do que aquele que se aproveita.

Daí a opção ser muitas vezes os filetes, o atum, os lombos de salmão, desta vez foram as lulas.

Por incrível que pareça foi aprovadíssima esta receita e já teve direito a repetição.

 

Ingredientes:

batata nova

1 cebola

1dl de azeite

1 folha de louro

1kg de lulas limpas

3 gemas

2c.(sopa) de mostarda

sal, pimenta preta moída, vinagre e orégãos q.b.

 

Preparação:

 

Refogar a cebola picada com o azeite, juntar a folha de louro e as lulas. Temperar com sal e pimenta e deixar cozinhar em lume brando.

À parte juntar as gemas com a mostarda e umas gotas de vinagre e mexer bem até obter um creme.

Retirar as lulas do calor e envolver com o creme.

Servir com as batatinhas cozinhas em água temperada com sal e decorar com os orégãos (preferencialmente frescos).

Eu acompanhei também com couve coração cozida e salteada.

 

Bom Apetite!!!

Ananás Grelhado com Côco e Iogurte Grego

Uma combinação de sabores magnífica é como se pode descrever esta sobremesa.

Foi uma excelente descoberta, que já foi repetida mais do uma vez cá por casa!!!

 

É ideal para terminar uma refeição mais pesadita!!!

Ah!! E tem mais uma coisa que adoro... é fácil e rápido de se fazer!!!

 

A receita foi retirada da revista Magazine do continente, claro com algumas adaptações minhas!!!

 

Ingredientes: (mais uma vez a olho {#emotions_dlg.blink})

ananás ou abacaxi (usei abacaxi)

açúcar amarelo

poncha da madeira (ou outro licor a gosto)

aroma de baunilha

óleo

côco ralado

iogurte grego

 

Preparação:

 

Cortar o ananás/abacaxi em quartos, pincelar com óleo e grelhar numa frigideira no fogão.

Quando a fruta estiver com aquela côrzinha acastanhada, deitar o açúcar amarelo, o aroma de baunilha e a poncha. Deixar derreter o açúcar e ferver um pouco a calda que se obtém.

Retirar para um prato de servir, regar com a calda, polvilhar com o côco e servir (convém servir morno) acompanhado com o iogurte grego.

 

Bom Apetite!!!

 

Bifanas com cogumelos e castanhas fritas

Gosto de carne de porco, embora seja das carnes que mais mal fazem. O segredo é não abusar!!!

Tinha estas bifanas no congelador a precisarem ser consumidas, e esta receita que encontrei no meu arquivo veio mesmo a calhar.

Tem dois ingredientes que adoro (cogumelos e castanhas).

 

Não vou colocar quantidades porque fiz tudo a olho {#emotions_dlg.blink}

 

Ingredientes:

 

bifanas de porco

sal e pimenta q.b.

vaqueiro com alho

vinho do porto

cogumelos laminados

óleo

castanhas congeladas

natas

 

Preparação:

 

Temperar as bifanas com sal e pimenta. Aquecer a Vaqueiro Alho, numa frigideira e alourar bem as bifanas de ambos os lados. Reservar no recipiente onde vai ser servido e manter quente.

Deitar o vinho do porto na frigideira e mexer bem para dissolver os resíduos e deixar ferver um pouco. Deitar os cogumelos e deixar cozinhar cerca de 5 minutos.

Ao mesmo tempo, aquecer o óleo e fritar aí as castanhas. Escorrer sobre papel absorvente.

Juntar as natas aos cogumelos, retificar os temperos e deixar ferver 2 a 3 minutos.

Verter sobre as bifanas e servir com as castanhas fritas e massa cozida.

 

Bom Apetite!!!

Doce de Abóbora com Noz

No outro dia, uma colega de trabalho falou de umas amigas que vendiam abóboras meninas....

Já andava á algum tempo com vontade em fazer o doce de abóbora, e esta era a oportunidade certa.

 

Comprei duas abóboras meninas... e o resultado foi este!!!

Vou aproveitar que tenho imensos frascos de doce de abóbora e vou fazer uns cabazes, para a Páscoa que está aí a chegar {#emotions_dlg.blink}!!!!