Visita o perfil de Sofia no Pinterest.

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Infusão de Sabores

...as minhas experiências culinárias!

Infusão de Sabores

...as minhas experiências culinárias!

Dinamarqueses de Chocolate

aqui tinha falado do sucesso que estes bolinhos fazem em qualquer mesa que apareçam, resolvi então, criar uma nova versão, isto muito pela falta de tempo... esta nova versão é para os amantes do chocolate!!!

 

Mais fácil não podiam ser, e melhores também não!!

 

Ingredientes:

 

massa folhada aos quadrados

nutella q.b.

1 ovo

açúcar em pó q.b.

água q.b.

 

Preparação:

 

Cortar os quadrados de massa folhada em 4 quadradinhos pequenos e iguais. Dispor um pouco de nutella em cada pedaço e dobrar cada lado até ao meio unindo as pontas.


Colocar os bolos num tabuleiro forrado com papel vegetal, pincelar cada bolinho com ovo batido e vai ao forno pré-aquecido a 250ºc, durante 8 a 10 minutos.

 

Deixar arrefecer numa rede. Misturar o açúcar em pó com a água e pincelar os bolinhos com este preparado.


Bom Apetite!!!

Petit Gâteau

Petit gâteau - pequeno bolo - grande delícia!!!!

Quem não conhece esta pequena grande delícia, crocante por fora e cremosa por dentro.

Normalmente é servido com uma bola de gelado.

 

Ingredientes:

100g de açúcar em pó

4 ovos

55g de amêndoa moída

100g de chocolate negro

100g de manteiga

 

Preparação:

 Bate-se o açúcar com os ovos até obter um creme esbranquiçado.

Junta-se a amêndoa moída e envolve-se até obter um creme homogéneo.

Em banho-maria, derrete-se o chocolate com a manteiga e depois misturação no creme de ovos.

Untam-se forminhas de alumínio com manteiga e polvilha-se com farinha e preenchem-se com o creme.

Bate-se as formas na bancada, para retirar o ar e vão ao forno por 8 minutos a 210ºC.


Bom Apetite!!!

Queques de Pêra e Gengibre

Sou uma fã da Nigella, sem dúvida!!! Receitas simples e práticas, como eu gosto. De vez em quando, lá vou eu dar uma espreitadela aos livros dela, e foi aí que descobri estes queques maravilhosos. Tal como ela diz ..."nada de extravagante..., mas a pêra dá-lhe uma textura deliciosa e o gengibre invade tudo..."

Realmente, ela tem toda a razão!! Confesso que no início ficou um pouco reticente em fazê-los, mas fiz e tomei a decisão certa!! São realmente maravilhosos (desaparecem depressa)... por isso partilho aqui a receitinha, pois com este friozinho, são deliciosos para acompanhar um chá ou café.

 

 

 

  

 

 

Picos Mont Blanc

Mais uma excelente ideia para apresentar num com um café ou chá entre a familia/amigos.

São facilíssimos de fazer (por isso é que os fiz :-) ), mas são refinados, macios e húmidos... todos pensarão que estivemos o dia todo de volta deles!!!

 Também são ótimos para oferecer, basta colocá-los numa bonita caixa!!!

 

 

 

Bom apetite!!!

Pasteis de Nata

"Em 1837, Belém (bairro de Lisboa), os monges do Mosteiro dos Jeronimos tentam fazer subsistir a ordem.

Começam então a vender pastéis de nata, afim de ganhar dinheiro, numa pequena pastelaria contígua ao mosteiro.

 

Naquela época, Lisboa e Belém eram duas cidades distintas ligadas por embarcações a vapor.

A presença do Mosteiro e a Torre de Belém atraiam muitos turistas que ficavam admirados pela beleza e bom sabor que estes tinham: pastéis de Belém.

A sua receita foi logo bem guardada. Os chefes pasteleiros são os únicos a conhecer o segredo, e devem prestar juramento de silencio para salvaguardar esta famosa receita gastronómica.

Ainda hoje, estes chefes pasteleiros fabricam sempre artisanalmente estes deliciosos pastéis.

No entanto, hoje em dia qualquer café ou pastelaria em Portugal oferece-lhe pastéis de nata, mas a origem vem de Belém, tanto que a casa fundadora guardou a denominação "Pastéis de Belém".

 

Mas então, o que são os pastéis de nata ?

 

Poderia-se dizer, que são talvez uma copia dos pastéis de Belém...

Mas muitos chefes e amadores da boa gastronomia dizem ter encontrado o segredo ou quase... da receita original.

As numerosas pastelarias, cafés en todo o país vendem Pastéis de Nata. Pode-se dizer hoje, que os Pastéis de Nata são um simbolo da nossa cultura portuguêsa são como uma joia gastronómica do povo português, como o vinho do porto, o cosido à portuguêsa, o fado..." fonte:  www.pasteldenata.info

 

Como boa portuguesa que sou e admiradora destes famosos pastelinhos, também experimentei recriar os pasteis de nata.

Diga-se, que não têm nada a ver com os que estão á venda nos cafés e pastelarias, mas parecem encantar de igual forma quem os prova!!

 

A receita é muito simples, a massa, é claro é comprada...

 

 

Folhadinhos de Morango

A minha adoração por massa folhada ja foi manifestada neste cantinho. Podem-se fazer diversas coisa, doces ou salgadas, simples ou mais elaboradas, mas sempre com a certeza que sairá do forno algo difícil de resistir.

 

Estes bolinhos estavam na lista das "coisas a fazer" há já algum tempo, mas o receio de não ser capaz fez com que volta-se a página e acabava por fazer outra coisa, mas houve um dia que me decidi e arrisquei (ainda bem).

Ficaram uma verdadeira delícia, agradando a toda a minha "plateia" {#emotions_dlg.tongue}!!

Folhados de Morango

Ingredientes:

1 placa de massa folhada fresca

Creme:

1,5dl de leite

50g de açúcar

1 colher (sopa) de farinha

2 gemas

folhas de hortelã q.b.

Doce de morango:

250g de morangos

1 colher (sopa) de água

100g de açúcar

açúcar em pó q.b.

 

Preparação:

Estender a massa folhada e cortar 8 círculos/quadrados iguais. Forrar um tabuleiro de forno com o papel vegetal que vem na massa folhada, e sobrepor os circulos e levar ao forno, pré-aquecido a 200ºC, por cerca de 25 minutos.

 

Para o creme: levar o leite ao lume com as folhinhas de hortelã, deixar ferver e retirar do lume, eliminando a hortelã. À parte, misturar o açúcar com a farinha e as gemas, bater bem e acrescentar o leite em fio, sem parar de mexer. Levar de novo ao lume, até engrossar, mexendo sempre. Retirar e deixar arrefecer.

 

Doce de morango: lavar, escorrer e cortar o pedúnculo aos morangos. Laminar metade e cortar os restantes em pedacinhos, levando-os ao lume com a água e o açúcar.Deixar cozer e depois triturar, obtendo um puré.

 

Barrar os oito folhados com o creme, já frio. Dispoe-se os morangos laminados em 4 dos folhados e tapa-se com os restantes folhados.

Polvilha-se com o açúcar em pó e, com um ferro em brasa, fazem-se umas riscas.

Acompanha-se com o molho de morango.

 

 

Bom Apetite!!

 

Muffins de chocolate com coração derretido

Já há bastante tempo que andava com vontade de experimentar estes Muffins de chocolate com recheio de bombom. Nas minhas visitas pela blogosfera, deparava-me muitas vezes com estes maravilhosos bolinhos que me faziam crescer água na boca.

Foi na Páscoa, que já lá vai, que surgiu a oportunidade de fazer mais experiências, e estes bolinhos foram uma dessas novidades.

 

Apesar de existirem diversas receitas destes muffins, a escolhida foi retirada daqui, e ficou aprovadíssima.

 

 

Ingredientes:

2dl de natas

60g de chocolate culinária

1 c. (sopa) manteiga

80g de açúcar

200g de farinha

1c. (sobremesa) fermento

1 ovo

bombons de ginja (Ex: mon cherry)

 

 

Preparação:

 

Levar as natas a ferver. Retirar e adicionar o chocolate partido, o açúcar e a manteiga. Mexer bem até derreter o chocolate.

Juntar a farinha e o fermento e bater bem até obter um creme fofinho. Juntar o ovo e continuar a bater.

Deitar uma colher da massa nas forminhas de papel, para muffins, colocar o bombom por cima e cobrir com mais massa (enchendo apenas 2/3 das formas, pois a massa cresce muito).

Vai ao forno pré-aquecido a 180ºC, durante cerca de 20 minutos.

 

 

 Bom Apetite!!

Dinamarqueses

Experimentei  e repeti, repeti, repeti... não há festa cá em casa que não tenha estas crocantes tentações dinamarquesas.

Não sigo á risca a receita original, que retirei da minha colecção "Segredos Doces e Salgados", mas posso garantir que são um regalo fora do comum!

Eu faço-os da seguinte forma:

Ingredientes:

 massa folhada aos quadrados

 2dl de leite

1 ovo

1 colher (sopa) de fécula de batata

1 colher (sopa) de açúcar

1/2 colher (sopa) de açúcar baunilhado

 

Cobertura:

 1 ovo

200g de açúcar em pó

1-2 colheres (sopa) de água

 

Preparação:

Num tacho misturar o leite, o ovo, a fécula e o açúcar. Deixar ferver mexendo sempre. Retirar do calor, juntar o açúcar baunilhado e deixar arrefecer.

 

Cortar os quadrados de massa folhada em 4 quadradinhos pequenos e iguais. Dispor um pouco de recheio em cada pedaço e dobrar cada lado até ao meio unindo as pontas.

 

Colocar os bolos num tabuleiro forrado com papel vegetal, pincelar cada bolinho com ovo batido e vai ao forno pré-aquecido a 250ºc, durante 8 a 10 minutos.

 

Deixar arrefecer numa rede. Misturar o açúcar em pó com a água e pincelar os bolinhos com este preparado.

 

Bom Apetite!!